Não desista meu filho!

 images (1)
Desistência é um comportamento que as crianças aprendem e podem levar para sua vida!
Pais não incentivem seus filhos a desistir diante das dificuldades!
A mãe me liga irritada:
” o que eu faço para cancelar o curso?”
Eu atendo tentando descobrir a raiz do problema:
” É sobre o projeto do semestre?”
” A Lívia já está estressada, não quer mais fazer o trabalho. Os colegas marcaram num lugar que eu não conseguia achar, aí rodei um tempão para achar o endereço, depois chegamos lá e um dos colegas ligou e disse que não iria. Enfim os alunos que foram tentaram fazer, mas depois de horas e tudo pronto para gravação, caiu a energia .
Agora eles marcaram de novo, desmarcaram ,depois falaram para ela ir, ela não quer mais, e disseram que tem que entregar amanhã.”
Tento explicar que o projeto do semestre é um trabalho da turma, e que nós avisamos com pelo menos 4 meses de antecedência, além disso, enviamos um recado para os responsáveis assinarem de que estavam cientes, mas todo ano a novela se repete: os alunos não assumem a responsabilidade pelos seus projetos e um dia antes de entregar, enlouquecem os pais com lamúrias.
Os pais em vez de endurecer e dizer: é de sua responsabilidade, faça o que precisa fazer, se voltam contra a escola, os trabalhos, os professores e até outros funcionários.
Alguns alunos conseguem convencer os pais de seu papel de vítima e o nosso de carrascos, mas nós não pedimos nada que o aluno não seja capaz de fazer, pois conhecemos sua capacidade e potencial.
Ainda bem que existem histórias que tomam rumos diferentes:
Na escola uma galerinha de outra turma pergunta:
“Teacher ficou legal? tem certeza? você gostou?”
Eles estão na escola desde as 14:00h para fazer a gravação do vídeo clip,  Já são 18:30, nesse tempo, ensaiaram inúmeras vezes, filmaram outras tantas tentativas frustradas. Sempre tinha alguém que errava, ou ria ou brigava ou derrubava o outro na coreografia inventada por eles. Eles desistiram outras tantas, brigaram porque queriam passos diferentes ou porque alguém não se esforçava o suficiente, já tinham se reunido outras vezes tentando fazer o vídeo, a coreografia tinha ficado legal , mas quando tentaram gravar a voz em cima da coreografia descobriram que não sabiam como fazer e teriam que fazer tudo de novo.
Fizeram uma enorme bagunça na biblioteca:
“Teacher pode fechar as portas da escola? Empurrar as mesas, usar essa cadeira? podemos gravar aqui na secretaria? grava pra nós?
Teve mãe paciente que ficou no carro lendo um livro por horas, coisa rara, pois os pais normalmente estão sempre com pressa, sem tempo.
Ao final ao ver suas carinhas contentes assistindo seu vídeo, sinto que valeu a pena, todos se amontoam em volta da câmera para ver o resultado: “poxa ficou legal mesmo!”
Dever cumprido, a autoestima lá em cima, vejo que estão cansados, mas também orgulhosos,  e as brigas? cessaram, ficaram amigos, companheiros. Com um pouco de incentivo e apoio sem aceitar que desistam, eles passam a ajudar o colega no visual, dão dicas pra aquele que ainda não consegue fazer e passam a  colaborar.
Eles são incríveis, capazes, criativos e inteligentes, mas às vezes, um pouco impacientes e por isso , precisam que a gente diga: “Cada um faz a sua parte, se errar não ri, não critica o outro, não pára pra fazer cara feia,fiquem juntos, se esforcem, cantem alto e tá lindo! “
Essa turma ganhou prêmio de melhor vídeo, votação dos próprios alunos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s