Será que é melhor um professor “gringo” para aprender inglês?

teacher

Tem gente que acredita que se aprender inglês com um gringo, vai aprender melhor do que com um professor brasileiro fluente. Acham “chique” ter professor estrangeiro, mas chique mesmo é aprender de verdade!

O que leva as pessoas a pensarem que o simples fato do professor ser nativo faz dele um professor perfeito? Por que isso é um mito? Pelo mesmo motivo que nem todo brasileiro é capaz de ensinar português, ser um nativo pode sim ser uma grande vantagem, mas somente se aliado a isso ele for também um bom profissional, de nada adianta ser nativo, se não tiver as competências necessárias para levar o aluno a desenvolver o melhor de suas habilidades.

Quando voltei para o Brasil depois de morar anos nos Estados Unidos sendo fluente na língua inglesa decidi ensinar, mas a minha primeira experiência foi terrível pois eu não tinha ideia de como passar o conhecimento adquirido. Em minha primeira tentativa de ensinar, recebi da diretora de uma grande escola de idiomas, uma  única instrução: fale inglês! Nada de português em sala de aula, de jeito nenhum. Isso me pareceu muito fácil de fazer pois tinha acabado de voltar com tudo fresco na cabeça, já que até pouco tempo, usava o idioma cotidianamente onde eu morava. Porém a realidade em sala de aula não foi tão simples assim, os alunos iniciantes me detestaram pois eles precisavam primeiro aprender inglês para poder me entender e se comunicarem comigo.  E como a diretora da escola tinha me instruído a não falar português com os alunos e não me deu nenhuma outra instrução de como ensinar a língua, tive diversos problemas com os alunos que me acharam pouco acessível, tudo que um professor não deveria ser. Um bom professor não leva o aluno a se sentir burro ou incapaz, mas o motiva a fim de desenvolver o melhor de suas capacidades.

E o sotaque? Todo não nativo tem sotaque mesmo que seja fluente no novo idioma. Sotaque é algo natural, DESAPEGA dessa ideia errada, que isso vai prejudicar sua fluência, o mundo inteiro fala inglês com sotaque e todos se comunicam! Imagine um estrangeiro aprendendo português com um baiano e outro com um gaúcho, o sotaque será diferente, no entanto ambos não serão capazes de se comunicar em português? Até nativos têm sotaques diferentes. O sotaque do Australianos é bem diferente do americano e ambos falam inglês, por acaso existe o mais correto? É claro que o seu objetivo deve ser melhorar ao máximo sua pronúncia, entonação e fluência, isso se adquire com a prática e fazendo o possível para o maior envolvimento com a língua: Assista vídeos, filmes, ouça música, leia bastante, viaje, enfim procure as mais diversas oportunidades possíveis para praticar o idioma.

O que é importante na hora de escolher um bom professor então? Que ele tenha domínio da língua escrita e falada. Qualquer pessoa nativa ou não, pode cometer erros primários na hora de escrever ou falar. Assim como têm brasileiros que não dominam a gramática e por isso não são habilitados para ensinar o português.

O professor ideal além de dominar o  que se propõe a ensinar precisa estar atento às necessidades e dificuldades do aluno. Escolha o professor que consegue tirar o melhor de você e que acredite na sua capacidade de aprender e se desenvolver.