Ser bilíngue pode dobrar suas chances de se recuperar de um AVC

imagesCada vez mais cientistas vêm provando uma lista interminável de  benefícios do bilinguismo. Além das habilidades lingüísticas e sociais adquiridas ao se alternar duas ou mais línguas e culturas, há um conjunto emergente de pesquisa sobre o impacto que o bilinguismo pode ter sobre nossas habilidades cognitivas.

Um novo estudo sugere agora que a prática de falar duas línguas também pode ajudar a proteger o cérebro em caso de um acidente vascular cerebral.

Pesquisadores do Reino Unido e da Índia estudaram mais de 600 pacientes com AVC em Hyderabad, Índia, uma cidade em que vários idiomas são comumente falados e descobriram que aqueles que falavam mais de um idioma tinham o dobro de chance de recuperação em comparação com os que falavam apenas um idioma.

Funções cognitivas como atenção, memória e habilidades visual-espacial foram examinadas. Mesmo depois de levar em conta variáveis como tabagismo, hipertensão arterial, diabetes e idade, os pesquisadores descobriram que 40% dos indivíduos bilíngues recuperaram a função cognitiva normal após um acidente vascular cerebral, em comparação com 20% dos pacientes monolíngues.

Thomas Bak, um professor da Universidade de Edimburgo e um coautor do estudo, explica:O bilinguismo faz as pessoas alternarem de uma língua para outra, por isso, enquanto eles inibem uma língua, eles têm que ativar outra para se comunicar. Essa alternância permite o constante exercício do cérebro, que pode ser um fator que ajuda pacientes a se recuperarem de derrame.

Em trabalhos anteriores pelo mesmo grupo de pesquisadores em 2013 foi descoberto que as pessoas bilíngues que desenvolvem demência tendem a fazê-lo até cinco anos mais tarde do que aquelas que são monolíngues, retardando assim o aparecimento da doença.

No entanto, apesar dos resultados positivos iniciais destes dois estudos, os pesquisadores observam ser necessário ainda determinar as circunstâncias exatas em que o bilinguismo pode ter uma influência positiva sobre as funções mentais.

Leia matéria em inglês: Being bilingual could double your chances of recovering from a stroke