CIDADÃO GLOBAL

Qual o poder de cada cidadão para transformar o mundo em que vivemos e construir um futuro mais adequado e participativo para todos? E qual é o papel do professor na  capacitação do seu aluno para fazer essa diferença desde já?

A conexão com escolas de diversos países não apenas contribui na prática do idioma estrangeiro, mas também capacita seus alunos para crescerem como cidadãos global.

Existe hoje  um movimento crescente de pessoas que se envolvem e se preocupam com problemas que atingem comunidades ao redor do mundo independente de sua raça, cor, ou país, elas estão em todos os países e em todos os grupos sociais. Elas são o que chamamos de cidadãos globais.

Cidadão global é alguém que se identifica primeiramente não como membro de um Estado, uma tribo ou uma nação, mas como membro da humanidade, e como alguém que está preparado para agir segundo essa crença, para enfrentar os maiores desafios do mundo.

O futuro do mundo depende dos cidadãos globais. Quanto mais cidadãos globais ativos no mundo, maior o número de pessoas exigindo soluções globais de seus líderes. Soluções para problemas como :pobreza extrema, mudanças climáticas, desrespeito aos direitos humanos, desigualdade de gênero, racismo e muito mais.

Segundo O ativista australiano Hugh Evans, criador do Global Citizen, o mundo mudou e aqueles que olham para além de suas fronteiras estão no lado certo da história. O conceito de cidadão global, evidente na sua lógica, mas até agora impraticável de várias formas, coincidiu com esse momento específico em que temos o privilégio de viver. Nós, enquanto cidadãos globais, temos a oportunidade única de acelerar mudanças positivas de grande escala ao redor do mundo. Então nos próximos meses e anos, cidadãos globais vão responsabilizar líderes mundiais para que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável sejam seguidos e implementados. Cidadãos globais vão se juntar às maiores ONGs globais para erradicar doenças como pólio e malária. Cidadãos globais vão se registrar, em todos os cantos do mundo, e aumentar a frequência, a qualidade e o impacto de suas ações.

Nossos alunos devem ser preparados para fazer parte desse exército de cidadãos  globais e serem capazes de representar o nosso país juntamente com milhares de estudantes de outros países que já procuram fazer a diferença.

O contato com turmas engajadas em programas e outros projetos nesse campo vai alargar sua experiência e conhecimento assim como prepará-los para agir em prol de um bem maior coletivamente.

Eu sou uma cidadã global. E você?

O contato com classes ao redor do mundo trará para seus alunos a oportunidade de participar de projetos internacionais que levantam questões mundiais e ensinam crianças e adolescentes a pensar de forma crítica e procurar soluções para os mais diversos problemas, descobrir como pensam alunos estrangeiros e trabalhar coletivamente.